terça-feira, 23 de novembro de 2010

♪ Almas, células!


Hoje vamos conhecer o testemunho de célula da Stella, 144 dos diáconos Eduardo e Pâmela, lideres desse Movimento.


“Tudo começou com um testemunho de célula. Minha líder disse que sua célula estava vazia e não aceitava mais aquilo e um belo dia se invocou e foi para a praça dar sua célula lá. E eu ? Eu estava naquela mesma situação. Célula vazia há muito tempo. Já tava ficando chato mesmo !

Então eu fui dar a minha célula na praça também, e permaneci por lá. Com o tempo fui sentindo que aquilo ali era um chamado de Deus para a minha vida, porque por um tempo eu tive que dar a minha célula na Igreja, mas sentia que o meu lugar não era ali. Era como se a minha célula estivesse sendo limitada. Não que Deus não pudesse mover ali, mas eu me sentia presa. Eu queria era ter contato com os perdidos toda semana.

Daí eu voltei e toda semana é aquela coisa : '' Quem vai na minha célula hoje ? ''

Eu já tive bastante testemunhos de receber ''nãos'' nos convites, mas depois receber ''sim's'' de pessoas maravilhosas.
Muitas delas até me parabenizam por estar fazendo esse trabalho.
O engraçado é que toda célula minha a maioria dos visitantes são crentes ou afastados.
Vejo que Deus age trazendo alimento para eles e também trazendo a novidade de vida para outros.

Chegar e convidar no ''carão'' não é fácil. Mas receber ''nãos'' é fundamental para obtermos paciência, a qual produz a perseverança.
Eu oro para que Deus me envie as pessoas certas. Não recebo ''nãos'' por acaso, pois já ouvi alguns:
'' Nossa, era isso mesmo que eu estava precisando ouvir'' ou '' Realmente estava precisando de ouvir alguma palavra''.
A minha estratégia também é procurar ali na praça uma maior concentração de jovens.
Jovens: a minha célula dá muitos jovens ! Na faixa de 13 aos 17 é o que mais rola.

E Deus é muito surpreendente. Eu já fui a praça naqueles dias que todo mundo resolveu não sair de casa. E eu: '' Agora pronto! Hoje eu não vou dar célula pra ninguém ! '' Mas Ele é o Deus da provisão. Afinal Ele é o dono da seara e eu sou uma trabalhora.

Na última quinta-feira cheguei em uma galera de 4 pessoas. Chegaram mais duas pessoas e na oração de aceitação chegaram mais 3.
No total foram alcançadas pelo poder de Deus nesse dia 9 pessoas. A célula foi ótima! A galera estava participando tanto que eu tinha até que dizer: '' No final a gente discute mais sobre esse assunto. ''

Nesse mesmo dia, ouvi de uma pessoa que duas visitantes da minha célula ficaram super felizes por terem participado dela um dia. Mas nesse dia , tarde da noite lá pela praça desconfiei que vi uma dessas visitantes com uma galera que tinha um ''narguilê'' ali. Voltando para casa escutei ali perto da praça palavrões gritados. Deveria ser alguma briga em família. O engraçado é que tudo acontecia ali, na própria praça ou em suas redondezas Então eu saí dali com algo muito forte no meu coração: '' Nossa, como a minha célula é importante ! ''

2 comentários: